sábado, 29 de novembro de 2008

Conheça o democrata Barack Obama


Protestante e descendente de mulçumano, o democrata Barack Obama é o primeiro negro a concorrer à presidência dos Estados Unidos. Seu nome significa "abençoado" em suaíli uma das línguas oficiais do Quênia. O atual senador democrata nasceu na ilha de Honolulu, no Havaí, quando seu pai, o economista queniano Barack Obama e sua mãe Ann Duham, do Kansas, estudavam na Universidade em Manoa. Após o divórcio dos pais, Obama passou quatro anos com a mãe e o marido indonésio em Jacarta. Aos dez, voltou para o Havaí para morar com os avós maternos. Adolescência problemática
O candidato contou no livro "Dreams from My Father" que consumia álcool e drogas como maconha e cocaína no período de escola. Durante a campanha, falou com jovens estudantes e admitiu que perdeu muito tempo de sua adolescência no consumo de drogas. Essas atitudes só foram mudar quando, Obama estava nos anos finais da faculdade. O senador se formou em Direito na Universidade de Harvard, em 1991. Em 1992, casou com Michelle Robinson e com ela teve duas filhas, Malia, em 1999 e Natasha, 2001.
Carreira política
Além das aulas de direito constitucional, Obama se dedicou à vida política. Em 1996, foi eleito ao senado de Illinois, que funciona nos estados unidos como o legislativo estadual e reeleito em 2000. Em 2004, foi eleito senador dos Estados Unidos pelo Estado de Illinois. Propostas de Campanha
Obama propõe a retirada das tropas norte-americanas do Iraque. Mas defende o auxílio financeiro para refugiados iraquianos. Quanto à questão dos imigrantes, o candidato defende a legalização dos 12 milhões de imigrantes que moram atualmente nos Estados Unidos, que estaria atrelada a pagamento de multa e aprendizado do inglês. O candidato democrata é a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo e também do aborto.
Fonte: O Globo
Nada melhor para começar o meu blog com a melhor notícia de 2008, um americano negro eleito presidente dos Estados Unidos, resta agora torcer para que deixem ele assumir o Governo, já que os radicais e até a esquecida KU KLUX KLAN parecem dar o ar da graça.
O sonho de Martim Luther King e o seu dircurso acaba de finalizar, "Eu chegarei ao topo do monte mais não conseguirei ver do outro lado, mais você um dia conseguirá". É esperar pra ver.

Nenhum comentário: